Mesa Redonda #2 – Programa de Embaixadores

Fala galera! Assunto de hoje: Programa de Embaixadores.

Quando anunciaram a queda de preço do Nintendo 3DS fiquei com certa frustração e feliz ao mesmo tempo. Frustado, pois consegui colocar minhas mãos no portátil logo após o lançamento Norte Americano e agora sentia-me lesado pela diferença de preço que paguei por ele. E feliz porque muitas outras pessoas poderiam comprar o 3DS e manter a Big N no topo.

Junto a isso chegou a notícia do Programa de Embaixadores. Legal, teríamos 20 jogos grátis para “compensar” o investimento mais alto que fizemos.

As falhas do programa a meu ver:

1. A Nintendo disponibilizou o aplicativo mais inútil do portátil: o Certificado de Embaixador. Na teoria nos informaria das novidades a respeito dos jogos que seriam disponibilizados. Foi ativado duas vezes apenas, pois os jogos vieram em um mesmo pacote.

2. Eu esperava que fossem disponibilizados aos poucos, talvez 2 ou 3 jogos por mês. Dessa forma teríamos mais tempo para aproveitá-los e alguns títulos não ficariam encostados enquanto jogamos os que mais nos agradam.

3. Jogos de NES não têm uma vida útil muito grande. Todos os meus estão em um canto do meu Home sem ser aberto a um bom tempo.

4. Os jogos foram lançados incompletos.

5. Não pudemos escolher qual jogo queríamos. Para sentir-me um pouco menos prejudicado gostaria que a Nintendo disponibilizasse 20 ou 30 jogos para selecionarmos os 10. Eu trocaria metade dos jogos ali por um Dragon Ball Card Game que jogava muito no GBA.

6. Poderiam ao invés de disponibilizar jogos, carregar a diferença que pagamos em créditos no eShop. Hoje, muitas pessoas poderiam baixar bons jogos como Pushmo de graça.

Acho que faltou uma ação da Nintendo visando mais a opinião dos embaixadores e não simplesmente nos dando jogos sem possibilidade de escolha. Tentar saber o que realmente nos deixaria sem aquela sensação de “Porque eu comprei meu portátil tão cedo!”. Eu não me arrependo de tê-lo comprado, mas acho que esperarei um tempo para adquirir o WIIU quando lançar.

E vocês, gostaram dos programa e sentem-se menos “enganados” pela compra com valor mais elevado? Gostaram dos jogos? Acham que pode vir surpresas para os embaixadores futuramente? Dêem suas opiniões.

Ps.: Poucos dias após o lançamento, meus jogos de GBA também estão encostados.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Mesa Redonda #2 – Programa de Embaixadores

  1. No meu ponto te vista, o programa de embaixador é ótimo por uns motivos, mas ruim por outros. Os motivos ruins vocês já citaram, mas eu acho que, se for pensar pelo numero de jogos e pelo preço desses jogos (quando forem lançados), os embaixadores ganharam bastante.
    Não poder escolher os jogos foi ruim, mas o tanto de jogos clássicos que vocês receberam não é de botar defeito. Acho que vocês ganharam bem mais com esses 20 jogos do que se a Nintendo desse a diferença em créditos no e-shop.
    O meu ponto de vista pode ser diferente por eu não ser um embaixador, mas eu achei ótimo (e sinto inveja) desse programa.
    E uma ultima coisa… Todo mundo que compra algo no lançamento tem que ter a noção da possivel queda de preço em algum momento, mesmo não sendo tão drástica assim, é normal qualquer coisa abaixar de valor.

  2. o 3DS foi um dos melhores portáteis que eu já comprei, n me arrependi, mas a ideia de ser tipo um “VIP” no 3DS era muito boa, porem algum tempo depois vi q na verdade n mudo muito, fora os jogos gratuitos q vieram, n teve nada de mais, sem desconto no eshop, quase nem uma exclusividade, fora q o aplicativo “Embaixador” n serve pra porranemuma, so fica ali ocupando espaço. Eu achei q a nintendo ia deixa os embaixadores escolher no minimo 5 títulos de graça no natal, mas n isso teve, ia se uma boa jogada de marketing, pois alem de divulgar titulos eles iriam poder indicar jogos pagos q possivelmente iria agradar os donos de 3DS .

    • A idéia de ser um embaixador me deixou extremamente animado no começo tb, achei que viriam algumas coisas exclusivas… essa sensação de exclusividade é muito boa… porém, isso passou pq nada virá para os embaixadores além dos 20 jogos que não tivemos direito de escolha…

      =/

  3. Não me arrependido de ter comprado o meu 3DS no dia do laçamento na America quando vi que o preço tinha caído não fiquei munto frustrado porque se eu tivesse comprado aqui no Brasil teria sido mais caro de toda forma.

  4. também acho.

    Eu gostava da exclusividade, mas ja tão lançando os jogos pros não embaixadores, e logo vão lançar os de GBA. Resumindo : Os embaixadores gastaram 80 dolares a mais e receberam jogos que ao todo dão cerca de 120 dolares, porém os não embaixadores podem gastar os 80 dolares só comprando jogos bons, porque metade dos jogos na minha opinão foi lixo!

  5. Acho que nunca mais nos (embaixadores) seremos lembrados, já que a compensação prometida foi só esses joguinhos gratuitos.
    Acho que os de nes eram totalmente dispensáveis, mau curti algum, no máximo Zelda e Metroid…
    Os de GBA são muito legais, curti pacas, mas acho que ter podido escolher ou ganhar qualquer crédito no eshop teria valido mil jogos a mais…
    O apressado comeu cru, mas comprei o 3DS memso só p/ jogar PilotWings que era o que eu mais queria desde o N64 e não me arrependi nenhum pouco…

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s